Associe-se a CDL Saiba mais

Certificado Digital Saiba mais

Dia dos Namorados Saiba mais

Curso Vendas Saiba mais

Comunicação

Semana lojista
  • Resultados e desafios

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Palmitos disponibiliza treinamento do SPC

    Continue lendo Clique e leia
  • População doa agasalhos em campanha da CDL Joaçaba

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Timbó empossa nova diretoria

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Notícias
  • 48º Convenção Estadual do Comércio Lojista

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Conclusão Curso de Marketing Digital Básico

    Continue lendo Clique e leia
  • Turma curso Marketing Digital Avançado

    Continue lendo Clique e leia
  • Presidente da CDL Pomerode em visita à FCDL/SC

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Inscrições abertas do concurso CDL na Escola 2019

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Dia dos Namorados: Amor à vista, presente parcelado

    Continue lendo Clique e leia
  • Vem aí a 48ª Convenção Estadual do Comércio Lojista

    Continue lendo Clique e leia
  • Dia Livre de Impostos faz parte do calendário nacional

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais

Resultados e desafios

Ivan Roberto Tauffer
Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC)

Em meio a expectativa da aprovação da Reforma da Previdência, em andamento no Congresso Nacional, e ainda com muitos desafios pela frente, a economia catarinense, pelo menos no tocante ao varejo, teve resultados positivos no primeiro quadrimestre do ano. Conforme revela a Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada pelo IBGE. No período de janeiro a abril de 2019, o aumento  no volume de vendas no comércio foi de 5,6% na comparação com os mesmos meses de 2018, sendo que no acumulado de 12 meses o avanço foi de 6,4%. Com relação à receita obtida em abril, a mesma apresentou queda de 0,6% frente a março. No acumulado do ano, a Páscoa ajudou nos números positivos, pois apresentou boa movimentação tanto nas lojas, quanto nos supermercados. Não podemos esquecer que, reflexo da realidade atual do país, a taxa de desemprego continua alta e a prudência do consumidor em comprar se manifesta em seus hábitos de consumo. Por esta razão, é fundamental e urgente a aprovação das reformas e a união de todos para viabilizar uma agenda de mudanças que levem ao pleno desenvolvimento do Brasil e a sua rápida recuperação econômica, onde todos os setores produtivos sejam contemplados, gerando assim mais empregos e mais renda.

Continue lendo